Aluno(a): Maria da Conceição de Sant’Ana

Ano de defesa: 2019

BEM CULTURAL GOITACÁ - Usina do Queimado

img53.jpg

Resumo:
Uma intervenção em uma edificação tombada como patrimônio histórico precisa, necessariamente, ser cuidadosamente projetada para que sejam respeitados todos os elementos históricos, culturais, familiares, afetivos, arquitetônicos, sistemas construtivos, paisagísticos e o seu entorno. O objetivo geral deste trabalho é a elaboração de um anteprojeto de Reabilitação da Usina do Queimado, em Campos dos Goytacazes, transformando-o em um Centro Cultural, preservando suas características e mantendo o espírito do lugar, o “Genius Loci”, que servirá de base para educação patrimonial infantil. Justifica-se este estudo pela criação de um ambiente que motive a criança a ler, a interpretar textos, a adquirir conceitos lógicos por meio de atividades artísticas e outros, através de oficinas que as levarão à experiência de conhecerem e reconhecerem a importância do patrimônio histórico cultural campista. As informações a respeito do passado da Usina do Queimado, em especial da casa sede e dos dois galpões, onde acontecerão as exposições, oficinas, cafeteria, etc., foram obtidas através de entrevista com o Sr. Eduardo Linhares, bisneto do Sr. Vicente Nogueira, segundo proprietário da Usina, adquirida pela família em 1906. A metodologia utilizada para a execução do anteprojeto do Centro Cultural Queimadinho foram visitas ao local, com registro de filmagens e fotografias, além de pesquisas bibliográficas, históricas, documentais e referenciais de projeto. Uma intervenção não implica necessariamente em uma modificação total e, muito menos, apenas evitar degradações através da conservação, mas pode ser obtida através da conservação do monumento histórico trazendo para o presente as memórias do passado.

Título:
Reabilitação da Usina do Queimado: anteprojeto de um centro cultural como recurso de educação patrimonial para crianças